Ir para conteúdo

Balanço da primeira rodada da Copa!

Todas as equipes já jogaram pelo menos uma vez na Copa do Mundo Rússia 2018.  Entre resultados que derrubaram muitos bolões por aí e algumas barbadas já previstas, a competição chegou a um ponto que apenas um jogo já é suficiente pra mudar muitas percepções. Até os juízes mudaram suas percepções com o uso do árbitro de vídeo, que alterou muitos resultados.

Quem imaginaria que um goleiro que é diretor de cinema defenderia um pênalti de um jogador que já foi eleito 5 vezes o melhor do mundo? E  ainda mais garantindo um empate para a Islândia em uma estreia em copas. Ou quem imaginaria que os atuais campeões do mundo já estariam com um clima não muito amistoso nos bastidores após a inesperada derrota contra os mexicanos? Isso é Copa do mundo!

Abaixo segue alguns dos destaques e algumas decepções da primeira rodada:

Destaques:

ronaldo

Cristiano Ronaldo: que ele é capaz de muita coisa todos já sabem, mas levar o time nas costas com hat trick contra a forte seleção da Espanha foi novamente mais um grande feito,  mesmo com sua seleção empatando o jogo;

Rússia: mesmo com a fragilidade da seleção da Arábia Saudita, nem o russo mais otimista esperava um 5 a 0 logo na estreia;

Diego Costa: marcou dois contra Portugal, e a seleção brasileira não possui em seu elenco um centroavante com característica de brigador. Será que faz falta na nossa seleção?

Bloco de gelo islandês: Messi e companhia até tentaram, mas quebrar o iceberg islandês da defesa não foi fácil;

De olho no leste europeu: tanto a Croácia, como a Sérvia e a Rússia mostraram um futebol convincente na primeira rodada. Só resta saber se os adversários foram muito abaixo do normal;

Arriba Mexico!:  mesmo com foco em contra ataques, a seleção mexicana não foi apenas “defesa” contra os atuais campeões do mundo. Rapidez e oportunismo deram a vitória ao México diante da Alemanha, ainda mais com jogadas direcionadas na “Avenida Kimmich”, pela direita alemã;

Continuem de olho na geração belga!: um 3 a 0 contra o Panamá que poderia ser 6 ou 7.

Senegal e Japão desbancando favoritos: o melhor futebol apresentado por uma seleção africana e uma seleção asiática, respectivamente, tirando o foco do eixo América/Europa no grupo H.

Deixaram a desejar:

gominho

Gols contra: já perdi a conta do número de gols contra só na primeira fase da copa!

Seleções de peso: Brasil, Argentina, Alemanha, Inglaterra e França (estas duas últimas mesmo ganhando) deixaram um gosto de que podem melhorar, e muito.

Craques de peso: Neymar, Suarez e  Messi  não conseguiram mostrar o melhor futebol. Guerrero, esperança peruana, só entrou no final do jogo. Salah, coitado, nem jogou.

E aí faltou algo? Comente abaixo!

 

 

 

 

Anúncios

Carlos Renato Simonetto Ver tudo

Curitibano, bancário, formado em Comunicação Institucional e estudante de Jornalismo. Trata o futebol como um fenômeno social e não somente uma bola e muito dinheiro rolando. Curte crônicas, valoriza a criatividade. Apreciador de música e baixista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: